19 agosto 2017

Entrevistando as autoras - Débora Knitel e Érica Falcão

|| ||
Ter a experiência de acompanhar uma trilogia do seu início até seu término é algo bem bacana, bem intenso e muito muito recompensador. Eu tive a honra de acompanhar o projeto da Débora e da Érica desde o começo. Eu pude me apaixonar, me encantar e temer pelo futuro das personagens. Vamos saber o que motivou as autoras a fazer tudo isso.

Como foi a experiência de escrever juntas morando longe?

Débora Knittel – Periodicamente tínhamos encontros presenciais para a criação dos personagens, das tramas, das estruturas das cenas e para fazermos observações sobre a evolução da história. Através do Skype compartilhávamos as cenas e fazíamos revisões, sem esse recurso nós levaríamos o dobro do tempo para terminar a trilogia... rsrs.

Érica Falcão – Foi tranquilo, pois contamos com a ajuda do Skype durante todo o nosso processo de criação e escrita da trilogia “Eclipse da Lua Azul”.

Como surgiu a ideia para a trilogia?

Débora Knittel – Pensamos em escrever sobre duas amigas e por sincronismo, o contato delas com mundos fantásticos nos inspirou. Assim a história nasceu e como são três mundos evoluiu para uma trilogia.

Érica Falcão – A principio pensamos em criar somente o livro Eclipse da Lua Azul, porém os leitores quiseram saber mais sobre os outros mundos (Angelical e Elemental) e decidimos escrever sobre suas histórias que não foram contadas no primeiro livro da trilogia.

As personagens convencem por serem tão bem construídas que poderiam realmente existir. Elas foram inspiradas em alguém real?

Débora Knittel – O incrível de criar personagens é pela possibilidade de expressar neles parte de nós mesmos e das pessoas que fazem parte da nossa história, sejam elas reais ou fictícias. Foi o que aconteceu ao escrevermos a trilogia. Acredito também que os personagens têm tanta vida para nós duas que conseguiram ser reais para os leitores.

Érica Falcão – Não nos inspiramos em ninguém específico. Nossos personagens trazem um pouco de mim, Débora, nossas amigas de infância, amigos, familiares...

A mistura de seres fantásticos fica parecendo super normal e natural no livro. A que devem isso?

Débora Knittel – Escrevo histórias inspiradas no que acredito. Somos energia e parafraseando Shakespeare, existem muito mais mistérios entre o céu e a terra do que possamos imaginar.

Érica Falcão – Além de ser apaixonada por esses temas, confesso que eu acredito na existência desses seres fantásticos... rsrsrs...

Vários livros já foram escritos sobre a relação entre anjos e humanos. Para vocês, o que as diferencia?

Débora Knittel – Foi ter a clareza, desde o início, das diferenças entre os seres angelicais e os humanos. 

Érica Falcão – Quando Eu e Débora resolvemos escrever sobre os anjos, tivemos o cuidado de não humaniza-los. 

Como esperam que seus leitores recebam o terceiro livro?

Débora Knittel – Que possam se encantar como eu ao criar a história inspirada no cenário fantástico da Amazônia. Cada momento, cada emoção dos personagens e o final da trilogia foram escritos com muito amor. Espero que os leitores sintam esse amor. 

Érica Falcão – Ansiosa... rsrsrs... Qual será a reação dos meus queridos leitores? Afinal Raízes de Luz – Mundo Elemental conclui a jornada de Holly e seus amigos. Espero que os leitores se encantem e se apaixone com o terceiro livro da trilogia Eclipse da Lua Azul. 

Deixe uma mensagem incentivando a leitura de seus livros

Débora Knittel – Sempre amei histórias fantásticas e para quem ama esse gênero,acredito que será uma experiência maravilhosa. Para os que ainda não se aventuraram, fica o convite para mergulharem no universo fantástico. Ele nos leva a conhecer mundos mágicos e ao retornarmos a vida nunca mais será a mesma. 

Érica Falcão – Se você gosta de histórias de ficção fantástica recheada de emoção, ação, intrigas, onde o amor e as escolhas podem determinar o destino do Planeta Terra e dos Mundos Angelical e Elemental, leia a trilogia Eclipse da Lua Azul. 

Rapidinhas (Débora)


Um lugar? Com a família
Uma comida? Nhoque
Uma criatura? Fada
Um animal? Urso
Um cheiro? Jasmim 
Um livro? O Pequeno Príncipe
Uma época? Agora
Um sentimento? Amor
Uma palavra? Gratidão
O que quer deixar para o mundo? Amor

Rapidinhas (Érica)

Um lugar? Minha casa
Uma comida? Pizza
Uma criatura? Unicórnio branco 
Um animal? Cachorro
Um cheiro? Bolo saindo do forno
Um livro? Cidade dos Ossos – Cassandra Clare
Uma época? Anos 80 (minha adolescência)
Um sentimento? Amor
Uma palavra? Felicidade
O que quer deixar para o mundo? Sementes de generosidade e respeito mútuo.

Eu adorei ler a trilogia Eclipse da Lua Azul, eu adorei manter contato com as autoras durante esses anos, eu adorei ver o quanto as pessoas estavam empolgadas com esse livro. Eu sou uma grande amante da fantasia e essa trilogia resgatou um pouco disso em mim. Espero que tenham gostado da entrevista, porque eu achei simplesmente incrível. Se ainda precisam de motivos para ler esses livros agora mesmo, leia as resenhas do livro um, livro dois e livro três.
Um beijo grande e até a próxima.

8 comentários:

  1. Oi Lary!
    Acho interessante saber mais sobre um livro e o contexto que ele foi criado através do autor, principalmente quando se é em dose dupla, como no caso dessa trilogia que nem conhecia mas que fiquei com muita vontade de ler, pois amo ficção fantástica. Pelas respostas percebe-se que elas tem muita sintonia, além das duas transparecer muita simpatia.
    Ótima entrevista!
    Abraços =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marisa
      Essas duas autoras são uma dupla de fofuras, menina. Desde o início foram super atenciosas comigo e elas passaram muito carinho escrevendo essa história.
      Abraço

      Excluir
  2. Oi, Lary!

    Não conhecia essa trilogia, mas gostei de saber! Adoro ler fantasia, então vou procurar melhor sobre cada um dos livros. Acho muito legal livros escritos por duas pessoas ou mais, pois dá pra conhecer um pouquinho a escrita de cada autor em uma mesma leitura.

    Beijos,
    Isa
    http://viciadas-em-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que essa foi minha primeira experiência com algo assim e adorei. Eu tenho alguns outros livros escritos por dois autores e como gostei da experiência, quero repetir
      Beijos

      Excluir
  3. Oiê, tudo bem??

    Infelizmente a fantasia, não é uma temática que curto ler... precisa me chamar muito atenção para que eu me interesse... mas eu gostei muito da entrevista e das autoras. Elas parecem ser simpáticas e atenciosas com os leitores e parceiros, acho incrível as relações duradouras, ainda mais quando é trilogias ou séries maiores... Xero!!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Eu já sou do tipo viciada em fantasia. Eu as vezes acho mais do mesmo, mas quando o autor me prende, nada disso importa.

      Excluir
  4. Que super entrevista, amei conhecer um pouco :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Se deixar o seu link clicável, eu vou retribuir seu comentário, pode ter certeza;
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível.
♥ Para saber o que respondi, ative a caixa de notificações de próximos comentários.
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo