22 setembro 2014

Dez autores que li apenas um livro... mas deveria ler mais

|| ||



Olá Amoras. Sei que estou bastante sumida, mas já expliquei o motivo do meu sumiço. Vou tentar ir voltando aos poucos, com um ou dois posts semanais até pegar o ritmo novamente.
Enfim, zanzando na internet esses dias encontrei esse post e fiquei inspirada para fazer algo parecido. É uma lista de autores que você leu só um livro, mas acha que ele merece mais de você, então você quer ler mais coisas dele, mas nunca leu. Continue lendo para saber com quais autores eu estou em divida.


Nick Farewell (li GO)

Go é um livro maravilhoso, como se fosse o diário de um escritor. Este livro apresenta todas as dificuldades e conquistas de um escritor em processo de criação. Não sei se ele tem outros livros publicados, muito menos se eles foram traduzidos para o português, mas tenho certeza de que seriam leituras que valeriam a pena.

Lauren Oliver (li Antes que eu vá)

A Lauren escreveu um dos meus livros favoritos: Antes que eu vá. A leitura é leve, descontraída, porém possui uma mensagem muito bonita de reflexão sobre a nossa vida, o significado dela e sobre tudo o que fazemos, as atitudes que tomamos, as escolhas que fazemos. Eu leria até mesmo a lista de compras dela.

Susan Wiggs (li Apenas respire)

Apesar de ter lido somente Apenas respire, tenho outro livro da autora. Motivo de não ter lido: é parte de uma série. Mas e daí? Leia ele e depois você lê o restante. Pois acontece que eu tenho o sexto livro da série. Não quero começar do fim. Apenas respire é um dos livros que eu comprei pela capa e, sinceramente, demorou a me encantar. A primeira vez que o li, parei a leitura umas três vezes, mas já o reli duas vezes depois disso e é uma história muito linda de amor, superação e muito mais.

Sally Nicholls (li Como viver eternamente)

Sally me encantou com Como viver eternamente, ao escrever sobre um garoto de 8 anos (é 8 mesmo? Faz tempo que li...) com câncer. O livro é o diário desse garoto, onde ele fala sobre as dificuldades da doença, sobre sua família e sobre seu melhor amigo. Um livro doce, para te fazer chorar e suspirar. Sally: não sei se você já escreveu outra coisa, mas se a resposta for não, escreva, por favor. Obrigada.

Emily Giffin (li Questões do coração)

Sei que a Emily tem vários outros livros publicados, porém só consegui ler Questões do coração por que tinha um exemplar na biblioteca. Sim. Sou uma leitora/blogueira pobre (e aceito doações de livros). O livro não é um dos meus favoritos, mas acho que se eu lesse algo mais dela essa impressão poderia mudar.

Alice Canato (li Amora)

Amora é um romance fofo e forte ao mesmo tempo. Alice é maravilhosa e conseguiu juntar romance, aventura e intrigas em um romance chiclete que você não quer soltar antes de acabar de ler tudo e saber mais sobre a história das personagens envolvidas. Você torce por eles e eles passam a ser parte de sua vida. Serio! Eu conversava com meu noivo sobre as personagens como se eu realmente conhecesse eles e um deles tivesse me contato a história. Alice linda, escreva mais. Muito mais.

Rick Riordan (li A série Percy Jackson e os Olimpianos)

Esse eu acho que estou roubando. Não li apenas um livro, mas apenas uma série. Sei que além de Percy Jackson, o tio Rick já publicou outras duas séries, está escrevendo uma terceira e tem outros tantos livros únicos publicados. Um dia eu terei todos os livros dele.

Érico Veríssimo (li Olhai os lírios do campo)

Veríssimo escreve maravilhosamente bem. Quando li Olhai os lírios do campo pela primeira vez, tinha 13 anos e fiquei imediatamente apaixonada. Quero me apaixonar ainda mais. Eu tinha um exemplar do livro citado, mas eu emprestei e ele não voltou. (Se você está com ele e está lendo isso, entre em contato para podermos negociar isso.)

Américo Simões (li A lágrima não é só de quem chora). Autor cândido-motense que tinha o livro na biblioteca municipal.

Confesso que li o livro apenas pelo autor ser da cidade onde morava. O livro é fofo, embora trate de um tema que eu não tenho tanta afinidade, que é o espiritismo. A lágrima não é só de quem chora tem várias lições sobre carma, paciência e amor. Uma leitura que vale a pena. Eu sei que ele tem mais livros publicados, eu os vi na biblioteca, mas tenho um certo receio de ler, entretanto tenho muita vontade de ler mais coisas que um conterrâneo escreveu.

Ruth Rocha (li O mistério do caderninho preto)

Ruth Rocha é figurinha carimbada entre os livros da criançada. Não foi assim comigo. Embora tenha estudado muito a autora na escola, li apenas um livro dela: O mistério do caderninho preto, logo que entrei na 5ª série, ou seja, não me lembro de mais nada. Creio que vou acabar lendo mais obras dela, já que estou começando a montar uma mini biblioteca para meu bebê.

Alguém já leu um desses livros ou um desses autores? Faça sua listinha também aqui nos comentários ou, se fizer post, me mande o link para eu poder conferir. Seu comentário deixa uma blogueira feliz ‘-‘. Um super beijo e até a próxima.




6 comentários:

  1. Olá Lary, tudo bem?

    Nossa, incrivelmente não li nenhum desses livros que você citou... E acho que só conhecia a série Percy Jackson e os Olimpianos!

    Beijão
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thami não sei qual tipo de livro você gosta, mas acho que falei sobre vários gêneros. Não é só porque eu gosto, mas acredito que vale muito a pena conhece-los.
      Beijos

      Excluir
  2. Lary, adorei esse post. Acho que eu precisaria de algumas horas pra pensar em todos os autores que gostaria de ler mais. Da tua lista, só li Lauren Oliver, Emily Giffin e Rick Riordan, e eu leria mais livros deles, com certeza. Na verdade, li alguns outros da Emily, e leria ainda mais. Sou super fã dessa autora. E sim, preciso ler mais clássicos nacionais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem vários outros autores que li só um e adoraria ler mais, mas esses foram os que vieram na mente no momento em que comecei a pensar sobre o assunto... A Lauren escreveu um dos meus livros favoritos, o Rick é foda e a Emily precisa de uma chance para me surpreender...
      Beijos

      Excluir
  3. Amo os livros do Tio Rick, adoro todos eles, quando acabou as duas séries fiquei muito triste... E a Ruth Rocha... O que falara dela?? Quando era pequena tinha todos seus livros, ela fez parte da minha infância... Enfim, parabéns pelo blog.
    www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio. O Rick escreve muito bem e é por isso que leria até a lista de super mercado dele kkk. A Ruth não fez parte da minha infância, mas espero que faça parte da infância de meus filhos.
      Beijos

      Excluir

Quer conversar comigo? Me mande um e-mail: vidasempretoebrancocontato@gmail.com
♥ Chegou até aqui, não custa comentar ;)
♥ Posso até demorar, mas todos os comentários são respondidos
♥ Se deixar seu link no fim de um comentário decente, irei retribuir com todo carinho
♥ Não faça spam. Apagarei com certeza.
♥ Se tiver alguma dica, crítica ou o que for, pode deixá-la aqui, mas faça com jeitinho, sou sensível
Cada comentário me deixa muito feliz.
Beijos na bochecha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Vidas em Preto e Branco - 2015. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.
Criado por: Marcy Moraes.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo